10/06/2010
em Entrevistas - por: 12 comentários

Primeiramente gostaria de agradecer a atenção do Eric pela entrevista e todos os detalhes além parabenizá-lo por todo seu esforço, contribuição e forma de pensar. Obrigado, Eric!

Quem é Eric Hofmann ?

Um cara normal, mais ou menos. Eu j√° trabalhei para os outros em empresas na ind√∫stria de qu√≠mica org√¢nica, Qu√≠mica em fase G√°s, Qu√≠mica Nuclear, Engenharia Qu√≠mica e Desnvolvimento de Processos. Ent√£o eu decidi come√ßar o meu pr√≥prio neg√≥cio onde eu poderia conhecer pessoas de verdade e deixar um pouco de lado o lado cient√≠fico. Meu refrigerante favorito √© Montain Dew, minha carne preferida √© de pato, jogo xadrez, gam√£o, Skat que √© ¬†um jogo de cartas alem√£o e outros jogos de cartas. Como m√∫sica gosto tamb√©m de Samba e meu hemisf√©rio preferido do planeta √© o Sul. 🙂

Quando você começou a vender produtos para arguile?

Meus colegas de trabalho que me encorajaram a fazer isto. Os fumos n√£o eram muito bons ou eram muito caros ent√£o eu quis melhorar este processo. Meu pior inimigo foi o Damasco. Sempre quis fazer um sabor de damasco muito melhor.

Porqu√™ o nome do fumo se chama “Tangiers” ? Pela cidade portu√°ria de Marrocos?

Na época só existiam duas regiões principais produtoras de tabaco. O Sham e o Golfo. Os tabacos do Golfo eram mais escuros, mais fortes e normalmente fumados sem o aluminio. O estilo dos tabacos de Sham são os mais parecidos com os tabacos de arguile, que é nosso hobby. Eu queria fazer algo em meio termo, entre textura e qualidade. Queria um nome Árabe mas nada que fosse associado a Sham ou Golfo. Então sobrou Túnisia, Argelia e Marrocos. A Túnisia é pequena e a Argelia tem uma associação meio obscura com os Estados Unidos, então sobrou Marrocos. Das cidades mais conhecidas, Casablanca na qual tem um filme com o mesmo nome. Rabat parece a doença que os coelhos (rabbits)  têm. Marrakesh, na qual tem uma música com o mesmo nome. Tangiers são bem e tem uma forma bacana de se falar. Então Tangiers foi o nome escolhido.

Quem faz os fumos Tangiers?

Nós fazemos. Tudo aqui em São Diego, California. EUA. Ele é feito com quase todos os produtos Norte Americanos. A glicerina vegetal Kosher (Kosher são produtos que seguem a lei  judaica) que usamos vem da costa do Pacífico, mas de resto é tudo Norte Americano.

Onde é produzido o fumo Tangiers?

S√£o Diego, California. Estados Unidos.

Foi difícil começar a produzir os fumos Tangiers ou você já sabia como fazer?

Eu tinha uma idéia de como fazer em um sentido geral dos princípios de fabricação do tabaco,  mas o processo real teve muitos experimentos e muito aperfeiçoamento. Novos sabores ainda são feitos em um árduo processo de aperfeiçoamento do sabor. O número de experimentos variam de 2~60+. Maraschino Cherry e Cola foram particularmente dois sabores dificeis de conseguir um bom resultado.

Poquê o Tangiers é um fumo molhado ?

Ele é aparentemente molhado pela glicerina. O teor de água é bem baixo, fazendo com que pareça molhado. Em alguns países, a legislação tributária tornam um tabaco seco mais atraente para os consumidores e eles adicionam sua própria glicerina. Nos Estados Unidos isso não é um problema, então fazemos um produto pronto para o uso.

Quando e você começou a produzir os fumos Tangiers?

Os primeiros experimentos começaram em 2001. Nós começamos as vendas em 2005.

Quais são as caracteríscticas do fumo Tangiers?

A textura sedosa do fumo. Um sabor mais natural e integral, que é mais balanceado do que outras marcas.

Porque os fumos Tangiers n√£o s√£o chamados de Premium?

Eu deixo isso para o comprador decidir por si. Eu sempre senti que é uma marca para ser Premium, or a melhor, ou a mais vendida, ou a mais longa duração para ser imodesto.

Porque o fumo Tangiers fica melhor se exposto ao ar?

Uma vez que o teor de √°gua √© baixo e o Tangiers n√£o usa nenhum conservante, corantes ou aditivos, o tabaco ganha e perde umidade de acordo com a umidade do ar. Quando o fumo √© fechado no pacote, ¬†o n√≠vel de umidade fica “trancado” at√© ser aberto. Se a umidade que ele foi feito √© substancialmente diferente do que a umidade onde foi aberto, ele se beneficiar√° por um per√≠odo de 4~24 horas at√© chegar proximo a umidade do local de onde foi aberto.

Quantos sabores de Tangiers existem ?

Atualmente, incluindo Lucid, Noir e F-Line existem por volta de 100 variedades. Todos os sabores j√° produzidos pela Tangiers passam de 120.

Você tem planos para novos sabores?

Sim, nós estamos lançando mais de 8 novos sabores nas proximas semanas. E vamos lançar de 4-6 sabores do Lucid em torno de um mês.

Como você teve a idéia de criar o Phunnel ?

Eu quis tentar fazer um tipo produto somente líquido, sem tabaco e desenvolvi um rosh novo para ele. Eu tentei o novo rosh para o tabaco comum, pensando que funcionaria melhor e fiquei surpreendido em quão bom ele realmente ficou e então comecei a produzir em massa.

O Phunnel Bowl só é bom para fumos molhados?

Eu imagino que fumos molhados seriam os únicos que se beneficiariam pelo Phunnel, mas  nunca experimentei com  um fumo mais seco.

Porquê pintar o Phunnel em duas cores?

√â mais bonito 🙂 (que mal gosto, hein Eric?)

Porque o Phunnel tem uma base mais longa? Para inovar, melhor resfriamento ou melhorar o manuseio?

Principalmente por características de fluxo do gás-líquido, de qualquer forma também certamente facilita ao remover e segurar o rosh quando ele está quente.

Hoje o Phunnel é conhecido mundialmente. Aqui no Brasil todos estão loucos por um. Você esperava esta repercussão global?

Bem, não. Diariamente fico espantado com todos os amigos, clientes e simpatizantes que eu encontrei por todo o planeta. Creio que sou um homem modesto que nunca se atreveria a pensar que tantas pessoas podem gostar de coisas eu eu tenha inventado ou criado. Sou humilde de pensar no que eu criei e no que isto significa para as pessoas, seja no Brasil, Afeganistão ou Coréia porque isso importa e eu considero essa afeição das pessoas pelos meus produtos seriamente e vejo isso como uma responsabilidade séria. Eu acredito que um homem pode criar algo no mundo sem ter alguma responsabilidade para que algumas pessoas possam comprar. Eu acho que alguns fabricantes simplesmente fazem algo sem qualquer pensamento de como será o gosto ou de como vai funcionar e se o cliente realmente será feliz com aquilo. Eles olham para produtos como para preencher as lacunas e para competir com outras lojas e não pensam na qualidade do produto. Alguns fabricantes têm realmente muita atenção e preocupação, mas muitos são bem tranquilos na sua cota.

O que você pensa sobre o mercado Brasileiro?

Todos nós temos uma relação com o arguile. Seja no Brasil, EUA ou Grã Bretanha, estamos todos ligados de alguma forma humana. Eu não olho para o arguile em termos de país, mas sim em termos de humanidade. Isso não é merecedor de um Prêmio Nobel, obviamente, mas alguém fez uma observação sobre o mundo moderno que eu senti profundamente. Disseram que nós perdemos a movimentação para se inspirar. O arguile me inspira como humano e eu espero que inspire outras pessoas, mesmo de maneiras menores.  Eu nunca vi o mundo como países. Governos formam os países, mas as pessoas são independentes (ou deveria ver-se, desta forma, na minha opinião) e deve-se ver como se juntaram na nossa marcha para a grandeza e os nossos próprios esquecimentos pessoais.

O Phunnel é feito nos EUA ou você importa da China?

Ele é feito nos EUA. Apesar de a minha opinião globalista, acho importante, como um cidadão dos Estados Unidos da América, é meu dever fazer algo melhor, algo artesanal, algo substancial, algo que é praticamente o mesmo preço do que tê-lo feito na China. Não estou diminuindo as realizações da China ou da expansão industrial, apesar de eu ser um pouco inclinado para as coisas feitas aqui nos Estados Unidos, no sul da Califórnia, especificamente. Ele me permite garantir que a qualidade ao cliente é a melhor possível.

Porque você não patenteou o Phunnel?

Essa √© uma pergunta complicada.¬†Eu n√£o conhe√ßo muito bem o Portugu√™s, mas em Ingl√™s, temos uma palavra: ambivalente.¬†Muitas pessoas nos Estados Unidos fazem o mau uso da palavra, mas significa que voc√™ tem fortes sentimentos de apoio e um forte sentimento contra algo que fora cancelado um ao outro… ao contr√°rio de ser neutro, que significava que voc√™ tinha nenhum sentimento em forma ou de outra¬†.¬†Eu estava bastante ambivalente sobre o patenteamento do Phunnel.¬†Por um lado, eu vi isso como algo que poderia ser ben√©fico se eu n√£o patente√°-lo, as pessoas poderiam fazer mais barato, de qualidade inferior, que eu nunca consideraria fazer.¬†Eu me opunha a essa id√©ia, porque isso reduziria os lucros da minha inven√ß√£o, e presumivelmente as pessoas estariam recebendo algo de pior qualidade, por outro lado, se as pessoas n√£o t√™m muito dinheiro, esses mais baratos podem¬†ser melhor para que mais pessoas poderiam ter recursos para comprar algo que utilizou a id√©ia do Phunnel.

Qual o melhor: Phunnel ou Vortex? Porque?

Fiz muitos prot√≥tipos de Phunnel depois do meu sucesso inicial com eles. O rosh mudou um pouco desde a sua concep√ß√£o original.¬†Quatro prot√≥tipos apresentados anteriormente chamados Phunnel-Top com furos nas laterais do Phunnel.¬†Estes apresentaram os mesmos problemas que os primeiros prot√≥tipos com cortes transversais no topo do Phunnel. O suco do fumo come√ßa nele e fica cozido e come√ßa a acumular.¬†Esse ac√∫mulo se torna maior e maior at√© que ele sempre interfere com o desempenho do rosh. Com o buraco grande, o Phunnel √© a minha tentativa de minimizar a manuten√ß√£o que o propriet√°rio tem de fazer nee… ou para torn√°-lo mais f√°cil.¬†Ent√£o, a partir disso, eu diria que o phunnel √© o que eu acho que √© o melhor de todos os testes poss√≠veis e muito trabalho.¬†Pelo que eu entendo, o Vortex t√™m o mesmo problema de ac√∫mulo nos buracos de entrada que eu tinha desde quando eu tentei a id√©ia, ent√£o eu acho que isso faz com que o phunnel seja melhor a esse respeito.¬†Em termos de pre√ßo, os Vortex s√£o mais baratos, ent√£o acho que isso depende do que importa para o cliente.

© Copyright 2017 - Blog do Arguile - Todos os direitos reservados Joe Black